Gestantes podem realizar tratamentos estéticos?

A gravidez é um dos momentos de maior transformação na vida das mulheres. São vários aspectos emocionais, hormonais e físicos a serem considerados. Mas, apesar das grávidas terem uma beleza e brilho na pele capazes de impressionar qualquer um, algumas ainda não abrem mão da vaidade na gestação.

Contudo, por ser um momento muito delicado, alguns procedimentos, tratamentos e produtos são contraindicados no período. Mas, como saber então o que se pode ou não fazer? É necessário passar a gravidez sem se cuidar? Muito pelo contrário! Foi pensando em esclarecer essas dúvidas que elaboramos algumas dicas de procedimentos seguros para as futuras mamães.

Confira no texto abaixo a resposta para essas dúvidas.

 

O que pode

Apesar das mulheres grávidas raramente serem incluídas nos testes cosméticos, existem alguns hábitos que as gestantes podem continuar tendo durante os nove meses.

 

Manicure

Não poder fazer as unhas é algo que pode até assustar algumas mulheres. A boa notícia é que não é necessário abrir mão da manicure na gestação. Entretanto, o ideal, segundo orientações médicas, é levar o próprio material. Mas, se o salão possuir um bom esterilizador, está tudo certo. Assim, não há perigo em escolher a cor perfeita para as unhas, na maioria dos casos.

 

Depilação

Outro procedimento que pode ser realizado sem problemas é a depilação. Todavia, a depilação a laser não é recomendada. Ela envolve corrente elétrica e pode desencadear problemas como o parto prematuro. Além disso, a própria depilação com cera deve ser evitada próxima ao parto, pois pode causar irritação.

 

Limpeza de pele

Normalmente, a gravidez está associada com o surgimento de manchas, acne e o aumento de oleosidade da pele. Por conta das alterações hormonais, algumas mulheres exibem esses sintomas, principalmente no primeiro trimestre. Assim, nada melhor do que uma limpeza de pele para manter os cuidados e a autoestima. No entanto,  nenhum ácido ou emoliente deve ser usado.

 

Massagens

Feitas após o primeiro trimestre, as massagens têm efeito muito benéfico para as gestantes, uma vez que aliviam o inchaço e relaxam. A drenagem linfática, por exemplo, apesar de ser campeã nas dúvidas, é um procedimento muito indicado pelos profissionais e ajuda muito a reduzir a retenção de líquidos.

Tomando os devidos cuidados, não é necessário deixar de se cuidar na gravidez.

 

O que não pode

Abaixo veremos algumas contraindicações para as futuras mães.

 

Peelings

Como o peeling é um procedimento que utiliza substâncias químicas, não é recomendado durante a gestação. Todavia, a exceção existe no de cristal, que é uma microdermoabrasão com grãos de cristais para esfoliar a pele. Por não ser agressivo nem com forte química está liberado pelos dermatologistas.

 

Tratamentos com “muita química”

O principal a evitar durante a gravidez são tratamentos que possam passar químicas muito fortes para o bebê, que não tem tanta resistência como um adulto. Além disso, ácidos como o retinóico e o salicílico não devem ser utilizados em nenhum procedimento. Outros vilões são as progressivas, luzes, tinturas e outros químicos para os cabelos. Eles penetram no couro cabeludo e podem prejudicar a gestação.

 

Radiofrequência e laser

Estão totalmente descartados os tratamentos como radiofrequência para gordura localizada, depilação a laser, procedimentos com luz pulsada, LED e laser fracionado. Além disso, muito comuns na primeira gravidez, as estrias deverão esperar até o pós-parto para serem tratadas, juntamente com celulites ou cicatrizes.

 

Alguns cremes e produtos de beleza

A Anvisa alerta contra três substâncias que podem prejudicar a gravidez: chumbo, cânfora e ureia acima de 3%. Todas elas podem ser encontradas em cremes, hidratantes e outros produtos de beleza. Assim, o cuidado deve ser redobrado ao ler os rótulos. Além disso, o conservante parabeno (encontrado em desodorantes, por exemplo) e o fitalato (sprays e esmaltes) devem ser evitados.

 

Responsabilidade acima de tudo

Na dúvida, é melhor não fazer. Essa seria a indicação da Ponce para as gestantes. Entretanto, com informação, acompanhamento médico e bom senso, não é necessário sofrer para cuidar da estética. O ideal, segundo várias ginecologistas e obstetras, é abraçar as mudanças no corpo e realmente “curtir” a gravidez. Portanto, cuide-se e siga as recomendações.

 

Você pode encontrar mais conteúdos como este no nosso blog. Se você deseja saber mais sobre os nossos produtos, é só entrar em contato pelo WhatsApp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *