Hematomas: como surgem e qual a melhor forma de tratá-los?

Acúmulo de sangue que se forma fora dos vasos sanguíneos, o hematoma pode se desenvolver em qualquer lugar do corpo. Assim, ele surge quase sempre por conta de algum trauma ou lesão. Normalmente aparece devido a esse acúmulo local de sangue, que cria uma mancha azul, preta, roxa ou vermelha na pele. Na maioria das vezes, são doloridas.

Após alguns dias, a coloração muda e elas tornam-se borradas, com as bordas menos delimitadas, até atingirem tons de amarelo, marrom ou verde escuro. Após esse processo, somem por completo. Mas onde se forma o hematoma? Quais são as formas mais rápidas de tratá-lo?

Para responder essas e outras dúvidas, separamos algumas orientações no texto a seguir. Confira!

Onde ocorre o hematoma?

O hematoma tem a tendência de aparecer em diferentes tecidos e órgãos do corpo, sempre por conta de traumatismos que levam à ruptura dos vasos sanguíneos. Entretanto, também pode ocorrer devido a alterações hematológicas. Além disso, essas alterações caracterizam-se por alterações na coagulação do sangue ou por uma dosagem excessiva de medicações com agente anticoagulante.

Abaixo, você pode conferir os diferentes tipos de hematomas.

Tipos de hematomas

Classificados de acordo com o local em que se desenvolvem no corpo, os hematomas possuem alguns tipos bem conhecidos, como podemos verificar a seguir:

  • subcutâneo: considerado o tipo mais comum, portanto, tende a aparecer em qualquer parte da pele e do corpo;
  • subdural: causado por traumas na cabeça, é caracterizado por um acúmulo de sangue localizado entre o encéfalo e o crânio;
  • epidural: assim como o subdural, é causado por um trauma agudo na cabeça, mas tende a ser superficial. O sangue fica acumulado entre a membrana que reveste cérebro e crânio;
  • periorbital: se origina a partir de lesões na base do crânio ou na pele ao redor dos olhos, por conta de lesões diretas no local.
  • subcoriônico : ocorre no período da gravidez por conta do acúmulo de sangue na membrana localizada entre o útero e a placenta.
Hematoma periorbital ou o famoso “olho roxo” (Foto: reprodução)

Várias são as causas e sintomas do aparecimento dos hematomas, mas é importante frisar que, além de traumas e lesões, ele pode surgir por conta de doenças no sangue ou nos vasos sanguíneos. Assim, os sintomas estão condicionados à região onde surgem, mas sempre geram uma sensação de dor e pressão local.

Tratamento

Assim, pensando em uma forma de diminuir os efeitos do hematoma na pele, o tratamento de fototerapia com Vitality tornou-se uma das técnicas mais avançadas para diminuir a ação das manchas. Confira o passo a passo:

Fase inicial com coloração roxa

– irradiar LED vermelho por cerca de 9 minutos por ponto, no local em que se encontra o hematoma;

– irradiar LED infravermelho por 3 minutos na região em que o hematoma está localizado.

Fase com coloração amarelada

– por 3 minutos, irradiar LED infravermelho por ponto na região do hematoma;

– irradiar, por cerca de 13 minutos, o LED âmbar por ponto na região do hematoma.

Como tudo, é necessário ter continuidade. Portanto, o tratamento deve ser aplicado diariamente, até que o hematoma desapareça por completo.

 

Se você se interessou pelo Vitality ou deseja conhecer outros de nossos produtos, entre em contato conosco por aqui. Contudo, lembre-se de sempre consultar o seu médico antes de realizar qualquer procedimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *