Mancha escura no buço: saiba como prevenir e tratar

Muito comuns no cotidiano de diversas pessoas, as manchas no buço são um dos fatores que mais incomodam as mulheres. A causa mais comum dessa mancha é o melasma, uma disfunção na pigmentação da derme pela concentração de melanina.

Não há um motivo único para o surgimento dessas manchas, porém, as causas mais prováveis são ligadas ao uso de anticoncepcionais, gravidez, questões hormonais e, principalmente, exposição solar.

Assim, sabendo a causa, podemos focar na solução do problema e na sua prevenção. Separamos algumas dicas para você sobre isso. É só continuar lendo!

 

Tipos de tratamento

Apesar de exigir um tratamento mais complicado, ainda existem vários métodos para amenizar a aparência dessas marcas na pele. Dentre as alternativas disponíveis no mercado, há opções de usos tópicos de medicamentos com ação antioxidante em formato de creme e até procedimentos dermatológicos realizados em consultório, como peelings e outros com luzes pulsadas, LED ou lasers.

 

Para tratamento em casa:

O primeiro passo é lavar bem o rosto com sabonetes que contenham substâncias para tratamentos de manchas, como ácido glicólico, por exemplo. Com o rosto seco, aplique um creme clareador, como a hidroquinona e tretinoína. Uma boa dica é passar um hidratante logo após o produto, para que a pele se acostume mais facilmente a ele e a absorção seja mais eficaz.

 

Tratamentos estéticos:

Para o clareamento das manchas, os procedimentos mais recomendados em consultórios dermatológicos são o peeling químico, feito com ácidos que removem camadas da pele; o peeling de cristal, uma técnica de esfoliação que também remove camadas superficiais da pele, deixando um aspecto renovado; o microagulhamento, técnica que faz microfuros na pele para estimular a produção de colágeno e circulação de sangue; e o tratamento com LED e laser, em que a utilização da onda de calor destrói a pigmentação da melanina, fazendo com que ela cicatrize e sua coloração natural ressurja.

 

Como prevenir

É importante frisar que durante o tratamento, doméstico ou em consultório, é extremamente perigoso ficar em contato com o sol. Portanto, evite ao máximo a exposição às luzes ultravioleta e prefira sempre permanecer em um local fechado.

Vale ressaltar também que a prevenção é o melhor remédio. Mesmo após o tratamento, as manchas podem reaparecer, por isso utilize o protetor solar todos os dias. Assim, seu rosto estará protegido, mesmo que você não saia ou o dia esteja nublado.

Pronto, agora você já está preparado para cuidar da sua pele com maestria e conhecimento de causa. Se você gostou dessas dicas, não deixe de conferir o nosso blog para mais novidades!

Para saber mais sobre a nossa linha de produtos é só entrar no site ou entrar em contato diretamente pelo WhatsApp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *